Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

Darwinismo e neodarwinismo

Darwinismo é um termo prático que faz referência aos estudos feitos por Charles Darwin e sua implicação no estudos meio ambiente, nos processos evolutivos dos seres vivos e na própria organização da vida no planeta.
De acordo com Darwin, o organismo chega pronto ao ambiente, o ambiente somente os seleciona, se suas características são boas para o ambiente, você fica, se não forem boas, você não fica, simples assim.
Explicando de forma mais clara, temos os organismos com determinadas características e o ambiente, por seleção natural, os mais adaptados ao ambiente serão os que sobreviverão e deixarão descendentes.
Os dois pontos principais da teoria de Darwin são seleção natural e adaptação.
Naquele tempo, Darwin não sabia explicar como surgiam as variações, hoje em dia já sabemos que estas surgem através de mutações, as mutações trazem novas características. A recombinação gênica e as mutações dizem respeito ao neodarwinismo. Estas mutações e recombinações gênicas podem ser boas ou ru…

Lamarckismo

A evolução das espécies é um tema bastante discutido em Biologia desde a antiguidade. O primeiro pesquisador a formular uma hipótese a respeito da evolução das espécies foi Jean-Baptiste Lamarck (1774-1829).
Lamarck trabalhava basicamente com duas leis: a lei do uso e desuso e a herança dos caracteres adquiridos.
Segundo Lamarck, um indivíduo de acordo com suas necessidades, passava a utilizar com mais frequência alguns órgãos, fazendo com que estes se desenvolvessem mais que os outros, os menos utilizados tendiam a atrofiar-se. Essa lei ficou conhecida como lei do uso e desuso.
Para explicar sua teoria, Lamarck utilizou como exemplo o pescoço longo das girafas. Segundo ele, inicialmente existiam girafas que tinham o pescoço pequeno, contudo, elas tinham que esticá-los para alcançar seu alimento em árvores altas, com isso, pela lei do uso e desuso, o órgão se desenvolveu. Essas características seriam então passadas a seus descendentes, temos aqui a herança dos caracteres adquiridos.